Usar ou não usar a marca d’água em minhas fotos?

Você já deve ter notado que diversos sites de venda costumam utilizar as famosas marcas d’água nas fotos de seus produtos. Essas marcas são, basicamente, uma forma de identificar que aquele produto está sendo vendido por você através de um logotipo inserido na imagem.Caso você esteja se perguntando se é necessário usar uma marca destas nas fotografias de seu site, a resposta é: sim.

Em uma postagem anterior, demos as dicas sobre a importância de uma boa fotografia para chamar a atenção dos clientes para seus veículos. Elas ajudam a chamar a atenção e são a vitrine de sua loja na internet – um dos meios mais utilizados pelos clientes atualmente.

Se você já estiver seguindo esta dica, é interessante passar a inserir a marca d’água com o nome da sua revenda na imagem, para que os concorrentes não se aproveitem de suas fotos. Além de garantir que as fotos serão usadas apenas por você, a marca d’água também ajuda a demonstrar profissionalismo e associar os produtos ao seu negócio.

Você deve apenas ter o cuidado especial de não cobrir o carro ou os detalhes do veículo com a marca. Afinal de contas, o cliente precisa visualizar o produto da melhor forma possível. O melhor local para posicionar sua logo é no canto inferior direito da fotografia. Não se esqueça de aplicar a transparência e pronto!

Exemplo de marca d’água. Foto: Divulgação.
Gostou das dicas? Fique atento ao blog da Simples Veículo para saber mais sobre seu assunto preferido!

Como usar uma nota promissória?

A nota promissória é um título executivo extrajudicial que ainda é bastante utilizado comercialmente. Isso quer dizer, na prática, que a nota nada mais é do que um documento que formaliza uma promessa de pagamento. O advogado Vinícius Alexandre Rezendes Fabrício explica que o comprador (neste caso, o emitente da nota) se compromete a pagar certa quantia ao beneficiário, em uma data estipulada entre eles.

Caso a nota não seja paga ao credor até a data de vencimento, poderá ser protestada. É possível, também, que o credor faça a cobrança por via judicial – que acontece se a parte estiver representada por um advogado legalmente habilitado.

Para que a nota tenha a força executiva, a legislação exige que alguns requisitos sejam preenchidos.

Para isso, o documento deve conter, portanto:

  • A denominação “Nota Promissória” lançada no texto do título.
  • A promessa de pagar uma quantia determinada.
  • A época do pagamento. Caso não seja determinada, o vencimento será considerado à vista.
  • A indicação do lugar do pagamento. Em sua falta, será considerado o domicílio do subscritor (emitente).
  • O nome da pessoa a quem, ou à ordem de quem, deve ser paga a promissória.
  • A indicação da data e do lugar onde a promissória é passada. Em caso de omissão do lugar, será considerado o designado ao lado do nome do subscritor.
  • A assinatura de quem passa a nota promissória (subscritor).
  • Sem rasuras, pois, dessa forma, perde o valor a nota promissória.

Não há necessidade da indicação do motivo que deu origem à nota, uma vez que trata-se apenas de uma promessa de pagamento. A rigor, o prazo de prescrição para a cobrança da nota promissória é de três anos, a contar de seu vencimento.

Fique ligado no blog da Simples Veículo para mais dicas como essa!

Vender pela internet não é um bicho de sete cabeças

O comércio eletrônico requer um pouco mais de atenção do empreendedor, uma vez que utiliza um espaço virtual para mostrar aos clientes os produtos e serviços oferecidos. Isso não quer dizer, no entanto, que essa opção é muito mais difícil do que o comércio comum.

Veja algumas dicas de como entrar de vez no mercado digital:

 

SITE FUNCIONAL E SEGURO

Você precisa ter um site funcionando a todo vapor, e seu cliente deve, via de regra, encontrar de forma fácil tudo aquilo que o seu e-commerce disponibiliza. Muitos anúncios, imagens pequenas e site lento são alguns dos exemplos do que fará o cliente desistir facilmente de você.

Fique atento, também, à segurança do seu negócio. Muitas empresas oferecem serviços de proteção que bloqueiam ataques e garantem operações seguras. Isso te ajudará bastante!

 

CONTATO COM O CLIENTE

Normalmente os sites de vendas de carros funcionam como uma vitrine online: o cliente confere o produto e depois vai até a loja pessoalmente para avaliar a compra e retirá-lo. Certifique-se de estar disponível para eventuais dúvidas que o cliente possa ter antes do contato pessoal. Um bom relacionamento via internet pode ser fundamental para que você feche o negócio.

 

DIVULGAÇÃO

Seu site está pronto e funcionando. Ok! O próximo passo é a divulgação de seu negócio. Para isso, você pode pensar em e-mail marketing, banners em blogs e portais de notícias e também ferramentas como o Google Adwords e SEO. Você vai gastar um pouco para ter um retorno maior depois!

 

REDES SOCIAIS

Experimente usar as redes sociais para impulsionar seus negócios. Mostrando seus produtos através de imagens e vídeos, por exemplo, você poderá receber um retorno muito mais rápido. A partir do momento em que você construir uma relação sólida com seus clientes, as vendas acontecerão de forma natural.

 

Gostou das dicas? Fique atento ao blog da Simples Veículo para saber mais sobre seu assunto preferido!

A fotografia faz a diferença na sua venda de veículos

Imagine a seguinte situação: alguém quer comprar um carro e entra na internet para dar uma olhada nas opções disponíveis. Essa pessoa acaba encontrando o veículo que deseja, e o preço está dentro do orçamento previsto, mas ao se deparar com as fotos, acaba achando que aquele carro está pouco cuidado para o preço que estão pedindo no anúncio. O consumidor parte para outro site e as chances de comprar o seu carro diminuíram.

A cena não é incomum, e por isso o vendedor deve estar atento às fotografias que disponibiliza no site. A melhor parte é que, seguindo algumas dicas, é possível melhorar consideravelmente a qualidade de suas fotos. Confira algumas delas!

LIMPEZA

Em primeiro lugar, esteja atento à arrumação do carro. Um veículo sem sujeiras se torna mais atraente ao cliente. Além disso, procure tirar toda a poeira da lataria e até mesmo da parte interna. Dependendo da iluminação (próxima dica), a fotografia mostrará que o carro está empoeirado. Não se esqueça: a foto é um dos principais pontos de sua propaganda.

Foto: Divulgação

 

ILUMINAÇÃO

As fotografias ficarão muito melhores se você escolher a iluminação certa. Fotógrafos profissionais preferem alguns horários do dia para trabalhar, exatamente por conta deste detalhe. Procure fotografar os veículos em um local claro, de preferência das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas. Tente evitar, também, tirar as fotos contra a luz.

Foto: Divulgação

Uma dica extra: se você quer aquele toque diferenciado, os carros ficam bonitos na foto se você fizer a imagem em um ambiente externo, um pouco antes de amanhecer completamente ou alguns minutos depois do pôr do sol. Nestes caso, procure usar um tripé.

 

REFLEXOS

Procure ambientes neutros para fotografar seu veículo. Caso nossa primeira dica seja seguida corretamente, o carro vai ficar brilhante e o reflexo na lataria pode captar o que está em volta – inclusive você! O tripé pode ser útil neste caso: escolha o ângulo desejado da foto e acione o timer da câmera. Assim você não aparecerá no reflexo.

 

FOTOGRAFE TUDO

Mostre ao cliente, através de imagens, todas as informações importantes do carro. Motor, quilometragem, volante e conservação. Fotografe também os extras, como rádio, GPS e ar condicionado.

Foto: Vinícius Alexandre R. Fabrício

Não se esqueça de mostrar os defeitos do veículo. O cliente vai descobrir isso de qualquer jeito, quando for ver o carro de perto. Se você mostrá-los antes, vai afastar a ideia de que tentou enganá-lo.

 

Gostou das dicas? Fique atento ao blog da Simples Veículo para saber mais sobre seu assunto preferido!

Venda veículos no Instagram sem ser chato

Venda veículos no Instagram sem ser chato

O Instagram é uma rede social que tem como foco vídeos curtos e imagens, e pode ser um grande aliado do crescimento de sua empresa no mundo digital. Ele é utilizado, basicamente, através de um aplicativo instalado em smartphones. Seu recurso mais recente se chama Stories. Através dele, você pode compartilhar vídeos ou imagens com seus seguidores por um período de 24 horas. Depois disso, eles somem!

Para aumentar o alcance de marca e conseguir expandir o seu número de seguidores, você fará o uso das famosas #hashtags. Isso porque as pessoas com interesse em determinados assuntos – no nosso caso, veículos – podem acessar essas hashtags e encontrar mais facilmente as postagens que as interessam.

 

POSTAGENS

É necessário, no entanto, que a empresa tenha o cuidado de não exagerar na quantidade de postagens que vai fazer no Instagram.  O ideal aqui é postar de uma a três vezes por semana. Porém, há cenários de sucesso com maior ou menor número de postagens, dependendo a relevância da ocasião. Por isso, é importante fazer algumas experiências e testes,  para constatar o que funciona melhor para a sua empresa.

 

IMAGENS

Crie uma imagem específica, com informações sobre o veículo, como por exemplo o valor. As pessoas estão no Instagram para olhar imagens.  Caso você opte por contar a seus seguidores sobre a os valores apenas na legenda do post, você correrá o risco de eles simplesmente passarem direto por sua foto. Sua venda não terá chance nenhuma de acontecer.

 

DATAS E HORÁRIOS

Fique de olho no seu público. Através de ferramentas de diagnóstico, descubra quais os dias e horários mais acessados por ele. Desta forma, você poderá se programar para compartilhar conteúdo quando seus seguidores estiverem online. As pessoas querem ser surpreendidas e assim terão boas lembranças associadas a você.

 

Sua empresa já utiliza o Instagram? Conte sua experiência em um comentário abaixo e continue acompanhando mais dicas no blog da Simples Veículos! Aproveite para seguir o nosso perfil no Instragram: @simplesveículo.