Mercado supera 1 milhão de veículos no ano

*Matéria veiculada pelo Auto Indústria.

As vendas de veículos em maio totalizaram 245.466 unidades, o que representou alta de 5,8% sobre os 231.939 emplacamentos de abril e de 21,6% em relação aos 201.864 do mesmo mês de 2018. Maio registrou volume recorde no ano e o melhor resultado do setor desde outubro passado.

No acumulado dos primeiros cinco meses o mercado brasileiro absorveu 1.084.975 veículos, expansão de 12,5% sobre as 964.664 unidades comercializadas em idêntico período do ano passado, conforme dados divulgados nesta segunda-feira, 3, pela Fenabrave, a entidade que representa a rede de concessionários no País.

Apesar do desempenho positivo no ano, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, diz que não vem evoluindo como se esperava: “Ao analisar o desempenho em dias úteis, sendo 22 em maio e 21 em abril, o mercado cresceu apenas 0,78% no setor como um todo. Essa estabilidade é o reflexo da frustração da população, causada pela demora na aprovação das reformas, o que resulta na queda das expectativas, tanto do consumidor, quanto do empresário”.

Segundo ele, o consumidor final, pessoa física, foi mais impactado por essa quebra de expectativa, “se mantendo cauteloso e postergando a decisão de compra”.

Segmentos – O mercado de veiculos pesados continua em ritmo mais acelerado do que o de automóveis e comerciais leves. Foram emplacados em maio total de 9.197 caminhões, com alta de 8,3% sobre abril e de expressivos 60,9% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Já o segmento de veículos leves licenciou 234.173 unidades em maio, elevações de, respectivamente, 5,8% e 20,2%. No acumulado do ano foram vendidos 1.035.481 automóveis e comerciais leves, alta de 11,1% sobre os 932.025 emplacamentos dos primeiros cinco meses de 2018.

No caso dos caminhões, o crescimento no acumulado do ano é de 46,8%, com 39.062 licenciamentos este ano, índice ainda mais expressivo no segmento de ônibus, que registra evolução de 72,9% em 2019. Foram comercializadas 10.432 unidades nos primeiros cinco meses do ano, ante 6.033 no mesmo período do ano passado. Em maio foram vendidos 2.096 ônibus.

As vendas diretas, aqueles feitas no atacado e também para taxistas, pequenos produtores rurais e pessoas com deficiência (PCD) continuam em expansão. A participação delas em junho chegou a 46,8% e está em 44,5% no acumulado dos primeiros cinco meses do anos.

Comments

comments